30 jan 2018

Holofote

Pronto para atuar

por

Que venham todos os caminhos..

Quando surgiram, os SUVs era tidos como brutamontes, trogloditas, mal-humorados, porta-vozes de um estilo de ser agressivo no trânsito. Eram impressões ao menos para quem via do lado de fora. Quem estava ao volante desses jipões de luxo só tinha elogios. Sentiam-se mais seguros, confiantes, aptos a desafiarem os inapropriados buracos que surgiam pista afora e a enfrentarem pisos alagados, mais apropriados a carros-anfíbios.

O fato é que o tempo passou, e esses seres aptos a desafiarem todos os terrenos se transfiguraram, na maior tradução da adaptação da espécie darwiniana. Ganharam opções menores, mais dóceis e menos invocadas, atraindo uma parcela de motoristas que, se antes torcia o nariz para a sua presença, hoje suspira sorrindo diante de um esporte-utilitário cheio de atitude.

A BMW esta confiante nesse público em mutação. Pelas suas contas, enquanto no mundo os SUVs são responsáveis por 1/3 das vendas, no Brasil essa categoria já abocanha mais  da metade do mercado da marca bavária — 55%, para ser mais preciso. Dois exemplares da sua gama de SAV (Veículos de Atividade Esportiva, Sport Activity Vehicles, em inglês), como a marca alemã gosta de chamar os seus pupilos, foram apresentados hoje no Brasil: o novo X3 e o novíssimo X2, estrela da montadora no Salão de Detroit deste ano, com pose de esportivo invocado.

Silêncio na plateia, porque a performance vai começar…

Beleza revelada

Siga o Car & Fun pelas redes sociais de Chico Barbosa:

Facebook: @chico.barbosa.oficial
Instagram: @chico.barbosa
Twitter: @chico_barbosa